quarta-feira, 8 de abril de 2020

VEM SENHOR JESUS CEAR A PÁSCOA CONOSCO!


"O Filho do Homem vai morrer, conforme diz a Escritura a respeito dele. Contudo, ai daquele que o trair." 

 Naquele tempo, 

14 um dos doze discípulos, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os sumos sacerdotes 

15 e disse: “Que me dareis se vos entregar Jesus?” Combinaram, então, trinta moedas de prata. 

16 E daí em diante, Judas procurava uma oportunidade para entregar Jesus. 

17 No primeiro dia da festa dos Ázimos, os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Onde queres que façamos os preparativos para comer a Páscoa?” 

18 Jesus respondeu: “Ide à cidade, procurai certo homem e dizei-lhe: ‘O Mestre manda dizer: o meu tempo está próximo, vou celebrar a Páscoa em tua casa, junto com meus discípulos’”. 

19 Os discípulos fizeram como Jesus mandou e prepararam a Páscoa. 

20 Ao cair da tarde, Jesus pôs-se à mesa com os doze discípulos. 

21 Enquanto comiam, Jesus disse: “Em verdade eu vos digo, um de vós vai me trair”. 

22 Eles ficaram muito tristes e, um por um, começaram a lhe perguntar: “Senhor, será que sou eu?” 

23 Jesus respondeu: “Quem vai me trair é aquele que comigo põe a mão no prato. 

24 O Filho do Homem vai morrer, conforme diz a Escritura a respeito dele. Contudo, ai daquele que trair o Filho do Homem! Seria melhor que nunca tivesse nascido!” 

25 Então Judas, o traidor, perguntou: “Mestre, serei eu?” Jesus lhe respondeu: “Tu o dizes”. 

— Palavra da Salvação.

terça-feira, 7 de abril de 2020

O TRAIDOR É MANIFESTO


"Um de vós me entregará...O galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes." 

Naquele tempo, estando à mesa com seus discípulos, 

21 Jesus ficou profundamente comovido e testemunhou: “Em verdade, em verdade vos digo, um de vós me entregará”. 

22 Desconcertados, os discípulos olhavam uns para os outros, pois não sabiam de quem Jesus estava falando. 

23 Um deles, a quem Jesus amava, estava recostado ao lado de Jesus. 

24 Simão Pedro fez-lhe um sinal para que ele procurasse saber de quem Jesus estava falando. 

25 Então, o discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: “Senhor, quem é?” 

26 Jesus respondeu: “É aquele a quem eu der o pedaço de pão passado no molho”. Então Jesus molhou um pedaço de pão e deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. 

27 Depois do pedaço de pão, Satanás entrou em Judas. Então Jesus lhe disse: “O que tens a fazer, executa-o depressa”. 

28 Nenhum dos presentes compreendeu por que Jesus lhe disse isso. 

29 Como Judas guardava a bolsa, alguns pensavam que Jesus lhe queria dizer: ‘Compra o que precisamos para a festa’, ou que desse alguma coisa aos pobres. 

30 Depois de receber o pedaço de pão, Judas saiu imediatamente. Era noite. 

31 Depois que Judas saiu, disse Jesus: “Agora foi glorificado o Filho do Homem, e Deus foi glorificado nele. 

32 Se Deus foi glorificado nele, também Deus o glorificará em si mesmo, e o glorificará logo. 

33 Filhinhos, por pouco tempo estou ainda convosco. Vós me procurareis, e agora vos digo, como eu disse também aos judeus: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’”. 

36 Simão Pedro perguntou: “Senhor, para onde vais?” Jesus respondeu-lhe: “Para onde eu vou, tu não me podes seguir agora, mas seguirás mais tarde”. 

37 Pedro disse: “Senhor, por que não posso seguir-te agora? Eu darei a minha vida por ti!” 

38 Respondeu Jesus: “Darás a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: o galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes”. 

— Palavra da Salvação.

segunda-feira, 6 de abril de 2020

MORTE, PÁSCOA, PASSAGEM PARA A VIDA ETERNA


"Deixa-a; ela fez isto em vista do dia de minha sepultura." 

1 Seis dias antes da Páscoa, Jesus foi a Betânia, onde morava Lázaro, que ele havia ressuscitado dos mortos. 

2 Ali ofereceram a Jesus um jantar; Marta servia e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele. 

3 Maria, tomando quase meio litro de perfume de nardo puro e muito caro, ungiu os pés de Jesus e enxugou-os com seus cabelos. A casa inteira ficou cheia do perfume do bálsamo. 

4 Então, falou Judas Iscariotes, um dos seus discípulos, aquele que o havia de entregar: 

5 “Por que não se vendeu este perfume por trezentas moedas de prata, para dá-las aos pobres?” 

6 Judas falou assim, não porque se preocupasse com os pobres, mas porque era ladrão; ele tomava conta da bolsa comum e roubava o que se depositava nela. 

7 Jesus, porém, disse: “Deixa-a; ela fez isto em vista do dia da minha sepultura. 

8 Pobres, sempre os tereis convosco, enquanto a mim, nem sempre me tereis”. 

9 Muitos judeus, tendo sabido que Jesus estava em Betânia, foram para lá, não só por causa de Jesus, mas também para verem Lázaro, que Jesus ressuscitara dos mortos. 

10 Então, os sumos sacerdotes decidiram matar também Lázaro, 

11 porque por causa dele, muitos deixavam os judeus e acreditavam em Jesus. 

— Palavra da Salvação.

domingo, 5 de abril de 2020

O SANTO, O CORDEIRO DE DEUS



Naquele tempo, 

1 Jesus e seus discípulos aproximaram-se de Jerusalém e chegaram a Betfagé, no monte das Oliveiras. Então Jesus enviou dois discípulos, 

2 dizendo-lhes: “Ide até o povoado que está ali na frente, e logo encontrareis uma jumenta amarrada, e com ela um jumentinho. Desamarrai-a e trazei-os a mim! 

3 Se alguém vos disser alguma coisa, direis: ‘O Senhor precisa deles, mas logo os devolverá’”.
 
4 Isso aconteceu para se cumprir o que foi dito pelo profeta: 

5 “Dizei à filha de Sião: Eis que o teu rei vem a ti, manso e montado num jumento, num jumentinho, num potro de jumenta”. 

6 Então os discípulos foram e fizeram como Jesus lhes havia mandado. 

7 Trouxeram a jumenta e o jumentinho e puseram sobre eles suas vestes, e Jesus montou. 

8 A numerosa multidão estendeu suas vestes pelo caminho, enquanto outros cortavam ramos das árvores, e os espalhavam pelo caminho. 

9 As multidões que iam na frente de Jesus e os que o seguiam, gritavam: “Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus!”
 
10 Quando Jesus entrou em Jerusalém a cidade inteira se agitou, e diziam: “Quem é este homem?” 

11 E as multidões respondiam: “Este é o profeta Jesus, de Nazaré da Galileia”.

— Palavra da Salvação.

sábado, 4 de abril de 2020

ESSE HOMEM REALIZA MUITOS SINAIS


"E também para reunir na unidade os filhos de Deus dispersos." 

Naquele tempo, 

45 muitos dos judeus que tinham ido à casa de Maria e viram o que Jesus fizera, creram nele. 

46 Alguns, porém, foram ter com os fariseus e contaram o que Jesus tinha feito. 

47 Então os sumos sacerdotes e os fariseus reuniram o Conselho e disseram: “Que faremos? Este homem realiza muitos sinais. 

48 Se deixamos que ele continue assim, todos vão acreditar nele, e virão os romanos e destruirão o nosso Lugar Santo e a nossa nação”. 

49 Um deles, chamado Caifás, sumo sacerdote em função naquele ano, disse: “Vós não entendeis nada. 

50 Não percebeis que é melhor um só morrer pelo povo do que perecer a nação inteira?” 

51 Caifás não falou isso por si mesmo. Sendo sumo sacerdote em função naquele ano, profetizou que Jesus iria morrer pela nação. 

52 E não só pela nação, mas também para reunir os filhos de Deus dispersos. 

53 A partir desse dia, as autoridades judaicas tomaram a decisão de matar Jesus. 

54 Por isso, Jesus não andava mais em público no meio dos judeus. Retirou-se para uma região perto do deserto, para a cidade chamada Efraim. Ali permaneceu com os seus discípulos. 

55 A Páscoa dos judeus estava próxima. Muita gente do campo tinha subido a Jerusalém para se purificar antes da Páscoa. 

56 Procuravam Jesus e, ao reunirem-se no Templo, comentavam entre si: “Que vos parece? Será que ele não vem para a festa?” 

— Palavra da Salvação.

sexta-feira, 3 de abril de 2020

SERÁ QUE HOJE NÃO AGIMOS COMO OS JUDEUS?



"Procuravam prender Jesus, mas ele escapou-lhes das mãos." 

Naquele tempo, 

31 os judeus pegaram pedras para apedrejar Jesus. 

32 E ele lhes disse: “Por ordem do Pai, mostrei-vos muitas obras boas. Por qual delas me quereis apedrejar?” 

33 Os judeus responderam: “Não queremos te apedrejar por causa das obras boas, mas por causa de blasfêmia, porque sendo apenas um homem, tu te fazes Deus!” 

34 Jesus disse: “Acaso não está escrito na vossa Lei: ‘Eu disse: vós sois deuses?’ 

35 Ora, ninguém pode anular a Escritura: se a Lei chama deuses as pessoas às quais se dirigiu a palavra de Deus, 

36 por que então me acusais de blasfêmia, quando eu digo que sou Filho de Deus, eu a quem o Pai consagrou e enviou ao mundo? 

37 Se não faço as obras do meu Pai, não acrediteis em mim. 

38 Mas, se eu as faço, mesmo que não queirais acreditar em mim, acreditai nas minhas obras, para que saibais e reconheçais que o Pai está em mim e eu no Pai”. 

39 Outra vez procuravam prender Jesus, mas ele escapou das mãos deles. 

40 Jesus passou para o outro lado do Jordão, e foi para o lugar onde, antes, João tinha batizado. E permaneceu ali. 

41 Muitos foram ter com ele, e diziam: “João não realizou nenhum sinal, mas tudo o que ele disse a respeito deste homem, é verdade”. 

42 E muitos, ali, acreditaram nele. 

— Palavra da Salvação.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

DISSE JESUS: EU SOU ANTES DE ABRAÃO


"Vosso pai Abraão exultou, por ver o meu dia." 

Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: 

51 “Em verdade, em verdade, eu vos digo: se alguém guardar a minha palavra, jamais verá a morte”. 

52 Disseram então os judeus: “Agora sabemos que tens um demônio. Abraão morreu e os profetas também, e tu dizes: ‘Se alguém guardar a minha palavra jamais verá a morte’. 

53 Acaso és maior do que nosso pai Abraão, que morreu, como também os profetas? Quem pretendes ser?” 

54 Jesus respondeu: “Se me glorifico a mim mesmo, minha glória não vale nada. Quem me glorifica é o meu Pai, aquele que vós dizeis ser o vosso Deus. 

55 No entanto, não o conheceis. Mas eu o conheço e, se dissesse que não o conheço, seria um mentiroso, como vós! Mas eu o conheço e guardo a sua palavra. 

56 Vosso pai Abraão exultou, por ver o meu dia; ele o viu, e alegrou-se”. 

57 Os judeus disseram-lhe então: “Nem sequer cinquenta anos tens, e viste Abraão!” 

58 Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, vos digo, antes que Abraão existisse, eu sou”. 

59 Então eles pegaram em pedras para apedrejar Jesus, mas ele escondeu-se e saiu do Templo. 

— Palavra da Salvação.

quarta-feira, 1 de abril de 2020

JESUS LIBERTA DA ESCRAVIDÃO DO PECADO


"Se o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres." 

 Naquele tempo, 

31 Jesus disse aos judeus que nele tinham acreditado: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, 

32 e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. 

33 Responderam eles: “Somos descendentes de Abraão, e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer: ‘Vós vos tornareis livres?’” 

34 Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. 

35 O escravo não permanece para sempre numa família, mas o filho permanece nela para sempre. 

36 Se, pois, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres. 

37 Bem sei que sois descendentes de Abraão; no entanto, procurais matar-me, porque a minha palavra não é acolhida por vós. 

38 Eu falo o que vi junto do Pai; e vós fazeis o que ouvistes do vosso pai”. 

39 Eles responderam então: “Nosso pai é Abraão”. Disse-lhes Jesus: “Se sois filhos de Abraão, praticai as obras de Abraão! 

40 Mas agora, vós procurais matar-me, a mim, que vos falei a verdade que ouvi de Deus. Isto, Abraão não o fez. 

41 Vós fazeis as obras do vosso pai”. Disseram-lhe, então: “Nós não nascemos do adultério, temos um só pai: Deus”. 

42 Respondeu-lhes Jesus: “Se Deus fosse vosso Pai, certamente me amaríeis, porque de Deus é que eu saí, e vim. Não vim por mim mesmo, mas foi ele que me enviou”. 

— Palavra da Salvação.

terça-feira, 31 de março de 2020

O FILHO DO ALTÍSSIMO NÃO É ACEITO PELO SEU POVO


"Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, então sabereis que eu sou." 

 Naquele tempo, disse Jesus aos fariseus: 

21 “Eu parto, e vós me procurareis, mas morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, vós não podeis ir”. 

22 Os judeus comentavam: “Por acaso, vai-se matar? Pois ele diz: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’?” 

23 Jesus continuou: “Vós sois daqui debaixo, eu sou do alto. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. 

24 Disse-vos que morrereis nos vossos pecados, porque, se não acreditais que eu sou, morrereis nos vossos pecados”. 

25 Perguntaram-lhe pois: “Quem és tu, então?” Jesus respondeu: “O que vos digo, desde o começo. 

26 Tenho muitas coisas a dizer a vosso respeito, e a julgar, também. Mas aquele que me enviou é fidedigno, e o que ouvi da parte dele é o que falo para o mundo”. 

27 Eles não compreenderam que lhes estava falando do Pai. 

28 Por isso, Jesus continuou: “Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, então sabereis que eu sou, e que nada faço por mim mesmo, mas apenas falo aquilo que o Pai me ensinou. 

29 Aquele que me enviou está comigo. Ele não me deixou sozinho, porque sempre faço o que é de seu agrado”. 

30 Enquanto Jesus assim falava, muitos acreditaram nele. 

— Palavra da Salvação.

domingo, 29 de março de 2020

PERDÃO E MISERICÓRDIA


"Quem dentre vós não tiver pecado, seja o primeiro a atirar-lhe uma pedra."

Naquele tempo, 1 Jesus foi para o monte das Oliveiras.
2 De madrugada, voltou de novo ao Templo. Todo o povo se reuniu em volta dele. Sentando-se, começou a ensiná-los.
3 Entretanto, os mestres da Lei e os fariseus trouxeram uma mulher surpreendida em adultério. Levando-a para o meio deles,
4 disseram a Jesus: “Mestre, esta mulher foi surpreendida em flagrante adultério.
5 Moisés, na Lei, mandou apedrejar tais mulheres. Que dizes tu?”
6 Perguntavam isso para experimentar Jesus e para terem motivo de o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, começou a escrever com o dedo no chão.
7 Como persistissem em interrogá-lo, Jesus ergueu-se e disse: “Quem dentre vós não tiver pecado, seja o primeiro a atirar-lhe uma pedra”.
8 E tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão.
9 E eles, ouvindo o que Jesus falou, foram saindo um a um, a começar pelos mais velhos; e Jesus ficou sozinho, com a mulher que estava lá, no meio, em pé.
10 Então Jesus se levantou e disse: “Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou?”
11 Ela respondeu: “Ninguém, Senhor”. Então Jesus lhe disse: “Eu, também, não te condeno. Podes ir, e de agora em diante não peques mais”.

— Palavra da Salvação.

sábado, 28 de março de 2020

JEUS É A RESSURREIÇÃO E A VIDA


"Eu sou a ressurreição e a vida." 

Naquele tempo, 

1 havia um doente, Lázaro, que era de Betânia, o povoado de Maria e de Marta, sua irmã. 

2 Maria era aquela que ungira o Senhor com perfume e enxugara os pés dele com seus cabelos. O irmão dela, Lázaro, é que estava doente. 

3 As irmãs mandaram então dizer a Jesus: “Senhor, aquele que amas está doente”. 

4 Ouvindo isto, Jesus disse: “Esta doença não leva à morte; ela serve para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela”. 

5 Jesus era muito amigo de Marta, de sua irmã Maria e de Lázaro. 

6 Quando ouviu que este estava doente, Jesus ficou ainda dois dias no lugar onde se encontrava. 

7 Então, disse aos discípulos: “Vamos de novo à Judeia”.

8 Os discípulos disseram-lhe: “Mestre, ainda há pouco os judeus queriam apedrejar-te, e agora vais outra vez para lá?” 

9 Jesus respondeu: “O dia não tem doze horas? Se alguém caminha de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo. 

10 Mas se alguém caminha de noite, tropeça, porque lhe falta luz”. 

11 Depois acrescentou: “O nosso amigo Lázaro, dorme. Mas eu vou acordá-lo”. 

12 Os discípulos disseram: “Senhor, se ele dorme, vai ficar bom”. 

13 Jesus falava da morte de Lázaro, mas os discípulos pensaram que falasse do sono mesmo. 

14 Então Jesus disse abertamente: “Lázaro está morto. 

15Mas por causa de vós, alegro-me por não ter estado lá, para que creiais. Mas vamos para junto dele”. 

16 Então Tomé, cujo nome significa Gêmeo, disse aos companheiros: “Vamos nós também para morrermos com ele”. 

17 Quando Jesus chegou, encontrou Lázaro sepultado havia quatro dias. 

18 Betânia ficava a uns três quilômetros de Jerusalém. 

19 Muitos judeus tinham vindo à casa de Marta e Maria para as consolar por causa do irmão. 

20 Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada em casa. 

21 Então Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido. 

22 Mas mesmo assim, eu sei que o que pedires a Deus, ele te concederá”. 

23 Respondeu-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará”. 

24 Disse Marta: “Eu sei que ele ressuscitará na ressurreição, no último dia”. 

25 Então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá. 

26 E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais. Crês isto?” 

27 Respondeu ela: “Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que devia vir ao mundo”. 

28 Depois de ter dito isto, ela foi chamar a sua irmã, Maria, dizendo baixinho: “O Mestre está aí e te chama”. 

29 Quando Maria ouviu isso, levantou-se depressa e foi ao encontro de Jesus. 

30 Jesus estava ainda fora do povoado, no mesmo lugar onde Marta se tinha encontrado com ele. 

31 Os judeus que estavam em casa consolando-a, quando a viram levantar-se depressa e sair, foram atrás dela, pensando que fosse ao túmulo para ali chorar. 

32 Indo para o lugar onde estava Jesus, quando o viu, caiu de joelhos diante dele e disse-lhe: “Senhor, se tivesses estado aqui, o meu irmão não teria morrido”. 

33 Quando Jesus a viu chorar, e também os que estavam com ela, estremeceu interiormente, (Jesus) ficou profundamente comovido 

34 e perguntou: “Onde o colocastes?” Responderam: “Vem ver, Senhor”. 

35 E Jesus chorou. 

36 Então os judeus disseram: “Vede como ele o amava!” 

37 Alguns deles, porém, diziam: “Este, que abriu os olhos ao cego, não podia também ter feito com que Lázaro não morresse?” 

38 De novo, Jesus ficou interiormente comovido. Chegou ao túmulo. Era uma caverna, fechada com uma pedra. 

39 Disse Jesus: “Tirai a pedra!” Marta, a irmã do morto, interveio: “Senhor, já cheira mal. Está morto há quatro dias”. 

40 Jesus lhe respondeu: “Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?” 

41 Tiraram então a pedra. Jesus levantou os olhos para o alto e disse: “Pai, eu te dou graças porque me ouviste. 

42 Eu sei que sempre me escutas. Mas digo isto por causa do povo que me rodeia, para que creia que tu me enviaste”. 

43 Tendo dito isso, exclamou com voz forte: “Lázaro, vem para fora!” 

44 O morto saiu, atado de mãos e pés com os lençóis mortuários e o rosto coberto com um pano. Então Jesus lhes disse: “Desatai-o e deixai-o caminhar!” 

45 Então, muitos dos judeus que tinham ido à casa de Maria e viram o que Jesus fizera, creram nele. 

— Palavra da Salvação.

sexta-feira, 27 de março de 2020

OS JUDEUS CONTINUAM INCRÉDULOS EM JESUS CRISTO


"Porventura o Messias virá da Galiléia?" 

Naquele tempo, 

40 ao ouvirem as palavras de Jesus, algumas pessoas diziam: “Este é, verdadeiramente, o Profeta”. 

41 Outros diziam: “Ele é o Messias”. Mas alguns objetavam: “Porventura o Messias virá da Galileia? 

42 Não diz a Escritura que o Messias será da descendência de Davi e virá de Belém, povoado de onde era Davi?” 

43 Assim, houve divisão no meio do povo por causa de Jesus. 

44 Alguns queriam prendê-lo, mas ninguém pôs as mãos nele. 

45 Então, os guardas do Templo voltaram para os sumos sacerdotes e os fariseus, e estes lhes perguntaram: “Por que não o trouxestes?” 

46 Os guardas responderam: “Ninguém jamais falou como este homem”. 

47 Então os fariseus disseram-lhes: “Também vós vos deixastes enganar? 

48 Por acaso algum dos chefes ou dos fariseus acreditou nele? 

49 Mas esta gente que não conhece a Lei, é maldita!” 

50 Nicodemos, porém, um dos fariseus, aquele que se tinha encontrado com Jesus anteriormente, disse: 

51 “Será que a nossa Lei julga alguém, antes de o ouvir e saber o que ele fez?” 

52 Eles responderam: “Também tu és galileu, porventura? Vai estudar e verás que da Galileia não surge profeta”. 

53 E cada um voltou para sua casa. 

— Palavra da Salvação.

quinta-feira, 26 de março de 2020

VEIO PARA OS SEUS E NÃO O RECEBERAM


"Queriam prendê-lo, mas ainda não tinha chegado a sua hora." 

Naquele tempo, 

1 Jesus andava percorrendo a Galileia. Evitava andar pela Judeia, porque os judeus procuravam matá-lo. 

2 Entretanto, aproximava-se a festa judaica das Tendas. 

10 Quando seus irmãos já tinham subido, então também ele subiu para a festa, não publicamente mas sim como que às escondidas. 

25 Alguns habitantes de Jerusalém disseram então: “Não é este a quem procuram matar? 

26 Eis que fala em público e nada lhe dizem. Será que, na verdade, as autoridades reconheceram que ele é o Messias? 

27 Mas este, nós sabemos donde é. O Cristo, quando vier, ninguém saberá donde é”. 

28 Em alta voz, Jesus ensinava no Templo, dizendo: “Vós me conheceis e sabeis de onde sou; eu não vim por mim mesmo, mas o que me enviou é fidedigno. A esse, não o conheceis, 

29 mas eu o conheço, porque venho da parte dele, e ele foi quem me enviou”. 

30 Então, queriam prendê-lo, mas ninguém pôs a mão nele, porque ainda não tinha chegado a sua hora. 

— Palavra da Salvação.

quarta-feira, 25 de março de 2020

JESUS NÃO É ACEITO PELOS JUDEUS


"Há alguém que vos acusa: Moisés, no qual colocais a vossa esperança." 

Naquele tempo, disse Jesus aos judeus

31 “Se eu der testemunho de mim mesmo, meu testemunho não vale. 

32 Mas há um outro que dá testemunho de mim, e eu sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro. 

33 Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade. 

34 Eu, porém, não dependo do testemunho de um ser humano. Mas falo assim para a vossa salvação. 

35 João era uma lâmpada que estava acesa e a brilhar, e vós com prazer vos alegrastes por um tempo com a sua luz. 

36 Mas eu tenho um testemunho maior que o de João; as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou. 

37 E também o Pai que me enviou dá testemunho a meu favor. Vós nunca ouvistes sua voz, nem vistes sua face, 

38 e sua palavra não encontrou morada em vós, pois não acreditais naquele que ele enviou. 

39 Vós examinais as Escrituras, pensando que nelas possuís a vida eterna. No entanto, as Escrituras dão testemunho de mim, 

40 mas não quereis vir a mim para ter a vida eterna! 

41 Eu não recebo a glória que vem dos homens. 

42 Mas eu sei que não tendes em vós o amor de Deus. 

43 Eu vim em nome do meu Pai, e vós não me recebeis. Mas, se um outro viesse em seu próprio nome, a este vós o receberíeis. 

44 Como podereis acreditar, vós que recebeis glória uns dos outros e não buscais a glória que vem do único Deus? 

45 Não penseis que eu vos acusarei diante do Pai. Há alguém que vos acusa: Moisés, no qual colocais a vossa esperança. 

46 Se acreditásseis em Moisés, também acreditaríeis em mim, pois foi a respeito de mim que ele escreveu. 

47 Mas se não acreditais nos seus escritos, como acreditareis então nas minhas palavras?” 

— Palavra da Salvação.

terça-feira, 24 de março de 2020

SOMOS TODOS SALVOS EM JESUS CRISTO


"Eis que conceberás e darás à luz um filho." 

Naquele tempo, 

26 o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 

27 a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria. 

28 O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!” 

29 Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. 

30 O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 

31 Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 

32 Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 

33 Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”. 

34 Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” 

35 O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 

36 Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 

37 porque para Deus nada é impossível”. 

38 Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se. 

— Palavra da Salvação.

"QUERES FICAR CURADO?"


"No mesmo instante o homem ficou curado." 

1 Houve uma festa dos judeus, e Jesus foi a Jerusalém. 

2 Existe em Jerusalém, perto da porta das Ovelhas, uma piscina com cinco pórticos, chamada Betesda em hebraico. 

3 Muitos doentes ficavam ali deitados — cegos, coxos e paralíticos. 

4 De fato, um anjo descia, de vez em quando, e movimentava a água da piscina, e o primeiro doente que aí entrasse, depois do borbulhar da água, ficava curado de qualquer doença que tivesse. 

5 Aí se encontrava um homem, que estava doente havia trinta e oito anos. 

6 Jesus viu o homem deitado e sabendo que estava doente há tanto tempo, disse-lhe: “Queres ficar curado?” 

7 O doente respondeu: “Senhor, não tenho ninguém que me leve à piscina, quando a água é agitada. Quando estou chegando, outro entra na minha frente”. 

8 Jesus disse: “Levanta-te, pega tua cama e anda”. 

9 No mesmo instante, o homem ficou curado, pegou sua cama e começou a andar. Ora, esse dia era um sábado. 

10 Por isso, os judeus disseram ao homem que tinha sido curado: “É sábado! Não te é permitido carregar tua cama”. 

11 Ele respondeu-lhes: “Aquele que me curou disse: ‘Pega tua cama e anda’”. 

12 Então lhe perguntaram: “Quem é que te disse: ‘Pega tua cama e anda’?” 

13 O homem que tinha sido curado não sabia quem fora, pois Jesus se tinha afastado da multidão que se encontrava naquele lugar. 

14 Mais tarde, Jesus encontrou o homem no Templo e lhe disse: “Eis que estás curado. Não voltes a pecar, para que não te aconteça coisa pior”. 

15 Então o homem saiu e contou aos judeus que tinha sido Jesus quem o havia curado. 

16 Por isso, os judeus começaram a perseguir Jesus, porque fazia tais coisas em dia de sábado. 

Palavra da Salvação.

segunda-feira, 23 de março de 2020

ABRACEMOS A FÉ, PARA QUE MILAGRES TAMBÉM ACONTEÇAM CONOSCO


"Vai, teu filho está vivo." 

Naquele tempo, 

43 Jesus partiu da Samaria para a Galileia. 

44 O próprio Jesus tinha declarado, que um profeta não é honrado na sua própria terra. 

45 Quando então chegou à Galileia, os galileus receberam-no bem, porque tinham visto tudo o que Jesus tinha feito em Jerusalém, durante a festa. Pois também eles tinham ido à festa. 

46 Assim, Jesus voltou para Caná da Galileia, onde havia transformado água em vinho. Havia em Cafarnaum um funcionário do rei que tinha um filho doente. 

47 Ouviu dizer que Jesus tinha vindo da Judeia para a Galileia. Ele saiu ao seu encontro e pediu-lhe que fosse a Cafarnaum curar seu filho, que estava morrendo. 

48 Jesus disse-lhe: “Se não virdes sinais e prodígios, não acreditais”. 

49 O funcionário do rei disse: “Senhor, desce, antes que meu filho morra!” 

50 Jesus lhe disse: “Podes ir, teu filho está vivo”. O homem acreditou na palavra de Jesus e foi embora. 

51 Enquanto descia para Cafarnaum, seus empregados foram ao seu encontro, dizendo que o seu filho estava vivo. 

52 O funcionário perguntou a que horas o menino tinha melhorado. Eles responderam: “A febre desapareceu, ontem, pela uma da tarde”. 

53 O pai verificou que tinha sido exatamente na mesma hora em que Jesus lhe havia dito: “Teu filho está vivo”. Então, ele abraçou a fé, juntamente com toda a família. 

54 Esse foi o segundo sinal de Jesus. Realizou-o quando voltou da Judeia para a Galileia. 

— Palavra da Salvação.

sábado, 21 de março de 2020

JESUS, A LUZ DO MUNDO


"O cego foi, lavou-se e voltou enxergando." 

Naquele tempo: 

1 Ao passar, Jesus viu um homem cego de nascença. 

2 Os discípulos perguntaram a Jesus:'Mestre, quem pecou para que nascesse cego:ele ou os seus pais?' 

3 Jesus respondeu: 'Nem ele nem seus pais pecaram,mas isso serve para que as obras de Deusse manifestem nele. 

4 É necessário que nós realizemos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia.Vem a noite, em que ninguém pode trabalhar. 

5 Enquanto estou no mudo, eu sou a luz do mundo.' 

6 Dito isto, Jesus cuspiu no chão, fez lama com a saliva e colocou-a sobre os olhos do cego. 

7 E disse-lhe: 'Vai lavar-te na piscina de Siloé'(que quer dizer: Enviado).O cego foi, lavou-se e voltou enxergando. 

8 Os vizinhos e os que costumavam ver o cego - pois ele era mendigo - diziam:'Não é aquele que ficava pedindo esmola?' 

9 Uns diziam: 'Sim, é ele!'Outros afirmavam:'Não é ele, mas alguém parecido com ele.'Ele, porém, dizia: 'Sou eu mesmo!' 

10 Então lhe perguntaram:'Como é que se abriram os teus olhos?' 

11 Ele respondeu:'Aquele homem chamado Jesus fez lama, colocou-a nos meus olhos e disse-me: 'Vai a Siloé e lava-te'.Então fui, lavei-me e comecei a ver.' 

12 Perguntaram-lhe: 'Onde está ele?'Respondeu: 'Não sei.' 

13 Levaram então aos fariseus o homem que tinha sido cego. 

14 Ora, era sábado, o dia em que Jesus tinha feito lama e aberto os olhos do cego. 

15 Novamente, então, lhe perguntaram os fariseus como tinha recuperado a vista. Respondeu-lhes: 'Colocou lama sobre meus olhos, fui lavar-me e agora vejo!' 

16 Disseram, então, alguns dos fariseus:'Esse homem não vem de Deus, pois não guarda o sábado.'Mas outros diziam: 'Como pode um pecador fazer tais sinais?' 

17 E havia divergência entre eles.Perguntaram outra vez ao cego: 'E tu, que dizes daquele que te abriu os olhos?'Respondeu: 'É um profeta.' 

18 Então, os judeus não acreditaram que ele tinha sido cego e que tinha recuperado a vista.Chamaram os pais dele 

19 e perguntaram-lhes:'Este é o vosso filho, que dizeis ter nascido cego? Como é que ele agora está enxergando?' 

20 Os seus pais disseram:'Sabemos que este é nosso filho e que nasceu cego. 

21 Como agora está enxergando, isso não sabemos.E quem lhe abriu os olhos também não sabemos.Interrogai-o, ele é maior de idade,ele pode falar por si mesmo.' 

22 Os seus pais disseram isso,porque tinham medo das autoridades judaicas.De fato, os judeus já tinham combinado expulsar da comunidade quem declarasse que Jesus era o Messias. 

23 Foi por isso que seus pais disseram: 'É maior de idade. Interrogai-o a ele.' 

24 Então, os judeus chamaram de novo o homem que tinha sido cego.Disseram-lhe: 'Dá glória a Deus!Nós sabemos que esse homem é um pecador.' 

25 Então ele respondeu: 'Se ele é pecador, não sei. Só sei que eu era cego e agora vejo.' 

26 Perguntaram-lhe então:'Que é que ele te fez? Como te abriu os olhos?' 

27 Respondeu ele:'Eu já vos disse, e não escutastes.Por que quereis ouvir de novo? Por acaso quereis tornar-vos discípulos dele?' 

28 Então insultaram-no, dizendo:'Tu, sim, és discípulo dele!Nós somos discípulos de Moisés. 

29 Nós sabemos que Deus falou a Moisés, mas esse, não sabemos de onde é.' 

30 Respondeu-lhes o homem: 'Espantoso! Vós não sabeis de onde ele é? No entanto, ele abriu-me os olhos! 

31 Sabemos que Deus não escuta os pecadores, mas escuta aquele que é piedoso e que faz a sua vontade. 

32 Jamais se ouviu dizer que alguém tenha aberto os olhos a um cego de nascença. 

33 Se este homem não viesse de Deus, não poderia fazer nada'. 

34 Os fariseus disseram-lhe: 'Tu nasceste todo em pecado e estás nos ensinando?'E expulsaram-no da comunidade. 

35 Jesus soube que o tinham expulsado. Encontrando-o, perguntou-lhe: 'Acreditas no Filho do Homem?' 

36 Respondeu ele: 'Quem é, Senhor, para que eu creia nele?' 

37 Jesus disse:'Tu o estás vendo; é aquele que está falando contigo.'Exclamou ele: 

38 'Eu creio, Senhor'!E prostrou-se diante de Jesus. 

39 Então, Jesus disse:'Eu vim a este mundo para exercer um julgamento, a fim de que os que não vêem, vejam, e os que vêem se tornem cegos.' 

40 Alguns fariseus, que estavam com ele, ouviram isto e lhe disseram: 'Porventura, também nós somos cegos?' 

41 Respondeu-lhes Jesus: 'Se fôsseis cegos, não teríeis culpa;mas como dizeis:'Nós vemos', o vosso pecado permanece.' 

Palavra da Salvação.